RÉPLICA AO SPACE TODAY

Se você acha que Direito, Ciência Política e Astronomia não tem nenhuma relação entre si, ouça este episódio das Réplicas do LexCast ao Space Today.

Íntegra do video do Space Today https://www.youtube.com/watch?v=h7BG3M5ug3I
Entre 45:00 e 1:04.11 min.

Sobre as vantagens estratégicas da base de Alcântara
http://disq.us/url?url=http%3A%2F%2Fdefesaeseguranca.com.br%2Fvantagens-comparativas-da-base-aeroespacial-de-alcantara%2F%3AnZYp_bngboqCX190xp0aQ7CsozY&cuid=3188904

  • Navikar
    • Já adicionei o link no post do episódio. muito interessante por sinal. Agradeço pela colaboração.

  • Luciano Lima

    Informei a alguns envolvidos que tiveram os seus discursos analisados. Será interessante se tivermos um programa mais aprofundado sobre o tema (se já foi analisado, eu não encontrei um episódio sobre) e se tivermos algumas tratativas dos envolvidos citados, caso eles devem alguma resposta.

    Obs.: Acentue a primeira palavra do título do episódio.

    • Acento acrescentado.

    • Com o Sérgio Sacani e com a Miriam acredito que o dialogo, de acordo com o método científico e a razoabildiade, seja possível. Já com os demais não me parece que estejam abertos ao diálogo, nem mesmo à possibilidade de que seus raciocínio sejam falaciosos, mas realmente seria interesse.

      Porém acredito que, com exceção da Miriam, o tema do Interesse Público X Direitos e Garantias Fundamentais, não seja o foco e nem seja de domínio dos participantes citados.

      • Luciano Lima

        Exato. Eu espero um debate sobre o tema entre entendedores do assunto, como a Ana Luisa Campos, do Xadrez Verbal.

        • Luciano Lima

          Ou outra pessoa que entenda do assunto.

        • Não conheço a opinião dela sobre o tema. Por acaso ela entende que a “suposta” importância econômica e estratégica da base de Alcântara configura um interesse público que se sobrepõe ao direito de propriedade dos quilombolas e até mesmo aos diretos e garantias fundamentais que lhes são assegurados tanto pelo direito nacional como pelo direito internacional?
          Se for esse o caso, realmente seria interessante analisar os fundamentos e argumentos que ela usa para tal justificativa.

          • Luciano Lima

            Eu não lembro-me de ter ouvido ela emitir uma opinião sobre a base de Alcântara. Contudo, citei ela porque ela tece comentários no podcast mencionado sobre Declaração Universal dos Direitos do HOMEM e direito à propriedade quando está em discussão conflitos internacionais sobre posse de território… Eu não sou conhecedor do assunto (sou um mero Engenheiro Florestal, rs), mas admiro a forma como você traz conhecimento jurídico ao público leigo 🙂

            • Fico feliz em ouvir vc dizer “admiro a forma como você traz conhecimento jurídico ao público leigo”pq esse é exatamente o objetivo do LEXCast.

      • Luciano Lima

        Eu avisei sobre o seu podcast no canal do Homem do Espaço no Youtube no seguinte vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=oVAlv1-Eb8A

        • Sim. Ontem eu assisti a esse video. Por sinal gosto muito dos videos do Homem do Espaço,
          Aliás, isso é ago que a Escola de Negociação de Harvard ensina: Separa as pessoas dos problemas …

        • EU agradeço a sua ajuda, mas ha dois ponto aí que me fazem crer que isso é perda de tempo.
          Pelo que eu percebo do Junior Miranda ou ela nem vai dar a mínima para a minha opinião ou vai me mandar a M… Marte plantara batatas rsrsrs

          • Luciano Lima

            Sim, hehehe. Percebi isso, também.

          • Luciano Lima

            Eu escrevi um comentário sobre o seu podcast no último vídeo do Sérgio Sacani. E eu não avisei a outra entrevistada, a qual é uma jornalista.

    • Naelton Araujo

      de acordo… muito bem colocado.

  • Luciano Lima

    Sobre a sua fala, aos 18 minutos, de que a base poderia ser construída em qualquer porção do planeta, espero que os que discordem de sua opinião entendam que a fala não foi literal, já que a base de Alcântara possui um grande interesse econômico e estratégico, devido a posição geográfica da mesma e, como um exemplo resultante, na redução de combustível usado em cada lançamento.

    • Aprove

      Em Sáb, 3 de jun de 2017 19:12, Disqus escreveu:

      • Luciano Lima

        Aprove?

        • É que para autoriza o comentário eu tenho que enviar um email pro Disqus com o comado Approve

          • Luciano Lima

            Hum. Eu não sabia disso.

    • Sim. O que eu deveria ter tido “tecnicamente”falando é que a base poderia ser (em tese) construída em na mesma longitude, mas em qualquer outra latitude já que a questão construir mais próximo possível do equador uma vez que a razão disto é a economia de combustível e outras facilidades que esta posição oferece – já que nós sabemos que a terra é esférica e gira em torno do seu eixo – em razão das leis da física (cinemática), etc, etc, etc …

      • Naelton Araujo

        tem quer ser na mesma latitude (o mais próximo do equador) … e qualquer outre longitude… mas tem que ter o mar a leste e o máximo de mar desempedido ao norte… creio q deve ter pouquíssimos lugares no litoral brasileiro que sejam melhores q Alcantara.

  • Naelton Araujo

    Gostei muito da discussão sobre o direito dos quilombolas… mas, por alguns momentos, vc também se deixou levar por suas paixões e diminui o valor real da pesquisa espacial para o cidadão comum. O importante é manter aberta a conversa e negociação. Muito estimulante ver o choque de opiniões e o direito de cada um posto em destaque.

  • Highlander

    Muito bom o programa. Acho que o grande problema da humanidade é a dificuldade da maioria das pessoas de aceitar que diferentes pessoas tem diferentes valores. E respeitar os valores do outro.